Segunda-feira, 09.02.09

A última bebida ainda estava na mão dele, por acabar.

Tinha adormecido naquela cama, provavelmente estando a sonhar com coisas bizarras.

O miúdo passava a vida a embebedar-se. Não que a culpa fosse inteiramente da bruxa da mãe, mas certamente que ajudava. Tinha uma vida miserável, à sua maneira, e a banda e a bebida eram os seus únicos escapes.

-Pedro! - exclamou um dos seus colegas.

Pof! O punho de Pedro voou para a cara de Marco, o amigo.

-Cala-te. - grunhiu.

-F* pá já vi que a ressaca é grande, mas tens que sair daí, os pais da Vanessa não te podem ver assim!

 

*



publicado por Caff Eine às 19:42 | link do post | comentar | ver comentários (3)

mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

The Tale I

arquivos

Setembro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

tags

5 para a meia noite laranja haiti profes

café vagabundo música moda saldos autoca

concerto

domingo franz ferdinand preguiça

drama novela rapaz the tale

euromilhões música dinheiro paris whatev

férias caos desculpa

música

música filme livro comida mulher mês gos

música the kills jamie hince alison moss

pedro cancro guitarra tale conto

pedro marco tale conto

pessoal

prémio

selo prémio

tramp arriscar risk aventura mentira

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds