Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009

Uma música de Lou Reed tocava quando a campainha tocou. A rapariga foi à porta e deixou o convidado entrar.

-Boa tarde Lúcia!

-Olá Pedro, entra!

O rapaz entrou na casa, um pouco envergonhado.

Eram da mesma turma mas ainda não se conheciam bem, e agora a professora de Física Química tinha-os juntado para um trabalho.

-Eia, Lou Reed! Gosto mesmo desta música! - exlamou ele.

-Lou Reed, aqui em casa, é o patrão. O meu pai faz-me ouvi-lo desde pequena.

O pai entrou no quarto, sorridente:

-Alguém falou em Lou Reed?

-Pai, este é Pedro, o meu colega de turma, toca nos Musty Joe...

-Ah, a melhor banda da cidade...A minha filha contou-me algumas coisas sobre vocês...

-Contou-lhe que vamos dar um concerto ao ar livre daqui a duas semanas? - revelou Pedro com um sorriso.

-Ai, isso é que já não! Oh, bolas, a duas semanas já não há bilhete que se arranje... - disse em jeito de brincadeira.

-A Lúcia pode ir? Ela é nova aqui na zona não é? Nós depois levavamo-la a conhecer a cidade.

-Bem, não sei...Façam o vosso trabalho que ao lanche falamos nisso!

Era difícil pensar em matéria bafienta quando há um tema tão apelativo como a música. Mas após uns "desvios", gargalhadas e interrupções, o trabalho foi acabado, os dois davam-se muito bem e nem reparavam nisso, porque parecia que se conheciam há anos.

-Ah, já não me ria assim há... - Pedro perdeu-se em pensamentos. - Ultimamente tenho vivido de uma maneira...

-Exagerada... - constatou a rapariga.

Ela bem o via, as aulas em que ele adormecia, ou vinha com os olhos vermelhor, a rir que nem um doido sem aparente razão. Não que fosse só ele a aparecer assim, mas dava para notar nele uma razão bem mais profunda que a de se mostrar forte.

Veio quebrar o silêncio o pai de Lúcia, com o seu constante bom humor:

-Aposto em como o Pedro nunca provou  um bolo tão bom como o meu, hã Pedro?

Durante o lanche era inevitável não rir com as piadas do Sr.Sauvage (os pais de Lúcia eram franceses), sem esquecer que o bolo estava mesmo uma delícia.

No final da tarde, Pedro já se sentia em casa, e custava-lhe ter que se ir embora.

-Bem, a minha mãe já deve estar preocupada...O melhor é voltar...

-É pena teres que ir, mas lá isso deve ser verdade, já é tarde.

Oh, se era assim! A mãe lá se preocuparia com alguém senão ela! Lá ela queria saber onde andava o filho! O filho que para mal dos seus males, lhe lembrava o pai, de quem ela nunca gostara.

A casa dele era a uns 5 quarteirões dali, e Lúcia pôs Pedro à vontade, sempre que quisesse voltar, a porta estaria aberta.

Talvez voltasse, para refugiar-se no conforto de uma família que não a sua, da sua nova amiga.

 

 

 

À parte: acho que inventei palavras e expressões...

Ainda mais à parte: espero que tenham tido um bom 14 de février (não sei se é assim que se escreve, ahah)

Tão à parte que nem sei porque escrevo: OBRIGADA CÓPIAS DE SEGURANÇA, SALVARAM-ME O DIA! *.*


sinto-me wu uh Disco baby!!
música Daddy cool - Boney M

publicado por Caff Eine às 18:58 | link do post | comentar

3 comentários:
De LC* (T) a 17 de Fevereiro de 2009 às 22:48
OMG, rapariga... não se escreve "levavamos-la"... escreve-se levavamo-la.
E "...pôes Pedro à vontade, sepmre..." ~> tira o "e"... e melhora aquele sempre :'D
Escrever a computador é uma porcaria... enganamo-nos sempre --'
ok? desculpa.. :D

De resto... Giríssima a história *.*
Mais... mais... :3


De a 17 de Fevereiro de 2009 às 23:41
Esta tua comentadora que te está sempre a corrigir é uma chata :p
(brincadeirinha, sei que é para ajudar)

Continua coma história, continua, A sério que estou surpreeendida (pela positiva, óbvio).

Backup's forever!


De Caff Eine a 18 de Fevereiro de 2009 às 21:21
Ai pá, obrigada Tânia, não sei o que faria sem as tuas correcções!
Peço perdão pela minha evidente broeirice XD

Obrigada Telma, por teres a paciência de ler a história e ainda dizeres que queres mais XD (é como a minha mãe me mandar comer brócolos e eu pedir para repetir!)


Comentar post

mais sobre mim
Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

#3

cenas de aeroporto

the kills

blog fantasma

cinco minutos

...

The Tale XIII

uma migalha daqui, uma mi...

Dimanche, Dimanche

The Tale XII

arquivos

Setembro 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

tags

5 para a meia noite laranja haiti profes

café vagabundo música moda saldos autoca

concerto

domingo franz ferdinand preguiça

drama novela rapaz the tale

euromilhões música dinheiro paris whatev

férias caos desculpa

música

música filme livro comida mulher mês gos

música the kills jamie hince alison moss

pedro cancro guitarra tale conto

pedro marco tale conto

pessoal

prémio

selo prémio

tramp arriscar risk aventura mentira

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds